CAI A MÁSCARA


O Ministério do Petróleo iraquiano, assessorado por uma equipe do Departamento de Estado norte-americano, aprovou a abertura da exploração do petróleo a empresas estrangeiras. Com isso, fica revertida a nacionalização do petróleo, em vigor no Iraque desde 1972. Numa ironia macabra, as empresas beneficiárias deste entreguismo são as mesmas que, durante mais de meio século, exploraram este recurso natural. O sangue das centenas de milhares de vítimas da guerra promovida pelo imperialismo está sendo trocado por acordos comerciais leoninos.

Os Estados Unidos, que produzem 10% e consomem 24% de todo o petróleo mundial, importam cerca de 60% do que consomem deste produto estratégico. Uma dependência que tem derivado, não raro, em intervencionismo militar para impedir a descontinuidade da oferta. As reservas estimadas do Iraque atingem 115 bilhões de barris, quase 10% do total mundial. Um butim apetitoso para a gula energética das nações imperialistas, especialmente com o preço do petróleo nas nuvens. O povo iraquiano ? “Armas de destruição em massa” que nunca foram encontradas ? Ora, estes são apenas detalhes …

Fonte: Informativo da Base Horácio Macedo – PCB Zona Sul – Rio de Janeiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s