PCB apóia greve dos professores do Rio Grande do Sul


Com a palavra de ordem “Nenhum direito a menos”, dez mil professores da rede estadual de ensino decretaram, neste fim de semana, a greve em defesa do Piso Nacional da categoria.

Após assembléia geral os professores se dirigiram ao Palácio Piratini onde realizaram manifestação.

As Centrais Sindicais CUT, CTB e Intersindical fizeram uso da palavra na defesa dos trabalhadores.

A seguir, foi a vez dos Partidos Políticos: falaram PDT,PT,PSOL,PSTU e o Partido Comunista Brasileiro.

Além de vincular a crise ao risco de ataques aos direitos dos trabalhadores, o representante do PCB levantou a platéia ao comparar a Governadora do RGS a um fóssil do Neoliberalismo que nem a Universidade pode explicar, que tenta evitar a bancarrota do Capitalismo atacando os trabalhadores em Educação.

FONTE: http://www.pcb.org.br/greve.htm

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s