Venezuela expulsa embaixador de Israel do país e aumenta a pressão sobre a comunidade internacional


Presidente Chávez em atitude consequente e de princípio revolucionário expulsa o Embaixador israelita

O Governo da República Bolivariana da Venezuela, mais uma vez presencia, juntamente com os povos do mundo, o horror da morte de crianças e mulheres inocentes, produto da invasão da Faixa de Gaza pelas tropas israelenses, e do bombardeio inclemente que, do céu e  terra, o Estado de Israel derrama sistemamente  sobre território palestiniano.

Nesta hora trágica e indignante, o povo da Venezuela manifesta sua solidariedade irrestrita com o heróico povo palestiniano, comunga na dor que atinge milhares de famílias pela perda de entes queridos e lhes estende a mão ao dizer que o governo venezuelano não descansará até ver severamente punidos os responsáveis por esses crimes hediondos.

O Governo da República Bolivariana da Venezuela condena veementemente as graves violações do direito internacional em que tem encorrido o Estado de Israel, e denuncia a sua utilização planejada do terrorismo de Estado, com o qual este país tem se colocado à margem do acordo das Nações.

Pelas razões acima expostas, o Governo da República Bolivariana da Venezuela decidiu expulsar o embaixador israelense e o pessoal da embaixada israelita na Venezuela, reafirmando a sua missão de paz e seu apelo ao respeito do direito internacional.

O Governo da República Bolivariana da Venezuela instruiu a sua Missão ante a ONU, para que, juntamente com a maioria dos governos que assim o reclamam, que se pressione para que o Conselho de Segurança aplique  medidas urgentes e necessárias para deter esta invasão do Estado de Israel contra o território palestiniano.

Presidente Hugo Chávez, que manteve reuniões com altos representantes do Conselho Mundial Judaico, e sempre foi oposição ao anti-semitismo como a qualquer forma de discriminação e de racismo, faz um chamado fraterno ao povo judeu  em todo o mundo para que se oponha a estas políticas criminosas do Estado de Israel que recordam as piores páginas da história do século XX. Com o genocídio do povo palestiniano, o Eatdo de Israel nunca poderá aferecer ao seu povo a perspectiva de uma paz necessária e duradoura.

Traduzido pro Dario da Silva

FONTE: http://www.pcv-venezuela.org/

Anúncios

2 comentários em “Venezuela expulsa embaixador de Israel do país e aumenta a pressão sobre a comunidade internacional

  1. Dessa vez devo concordar com Chávez e apoiar sua decisão. É isso aí. Liberdade para o povo palestino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s