O vôo de Minerva


Título: O vôo de Minerva
Subtítulo: a construção da política, do igualitarismo e da democracia no ocidente antigo
Autor(a): Antonio Carlos Mazzeo
Prefácio: João Quartim de Moraes
Páginas: 176
Ano de publicação: 2009
ISBN: 978-85-7559-130-7
Preço: R$ 32,00
Indique para um amigo
O significado geopolítico conferido ao termo Ocidente pela ideologia dominante diz respeito a um complexo cultural que parece ter nascido pronto, enquanto o Oriente é algo que existe apenas como o seu contrário.

Em O vôo de Minerva, Antonio Carlos Mazzeo defende a hipótese de que o “Ocidente Antigo” é resultado de um longo processo de mediterranização da cultura oriental, ou seja, da absorção da cultura oriental pelo Ocidente. O título do livro sugere assim, não só o termo-chave de sua investigação, como a perspectiva crítica em que ela está inserida.

O autor procura demonstrar quais são os pontos de partida da diferenciação da base econômica das sociedades ocidentais e orientais, sendo que a questão do comércio oferece apenas um começo de explicação da diferença ocidental, já que no Oriente também se comerciava. Para João Quartim de Moraes, autor do prefácio do livro, sua maior ambição teórica é comprovar uma forte conexão entre o afloramento da propriedade privada e a invenção da democracia.

O vôo de Minerva é fruto da tese apresentada por Antonio Carlos Mazzeo ao Departamento de Ciências Políticas e Econômicas da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp, como parte das exigências para a obtenção do título de livre-docente em Ciências Políticas. Orelha de Marcos Del Roio.

Sobre o autor
Antonio Carlos Mazzeo é livre-docente em Teoria Política pela Faculdade de Filosofia e Ciência da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Marília, onde leciona. Mestre em Sociologia e doutor em História Econômica pela Universidade de São Paulo (USP), fez pós-doutorado em Filosofia Política pela Università di Roma e atualmente preside o Instituto Caio Prado Jr. Publicou, entre outros, os livros Estado e burguesia no Brasil – origens da autocracia burguesa (Cortez, 1997), Sinfonia inacabada – a política dos comunistas no Brasil (Boitempo, 1999) e organizou Corações vermelhos – os comunistas brasileiros no século XX (Cortez, 2003).

http://www.boitempo.com/livro_completo.php?isbn=978-85-7559-130-7

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s