Gorbatchov: mea-culpa 20 anos depois


A Semana No Olhar Comunista“:

Gorbatchov reconheceu, em entrevista dada em Moscoue noticiado no jornal O Globo, que a vida na antiga União Soviética, socialista, era melhor do que na Rússia de hoje. Citando dados da expectativa de vida dos russos – que coloca o país, hoje, igualado aos níveis encontrados na maior parte do continente africano – e da elevadíssima taxa de pobreza da Rússia – de 96%. O ex-líder soviético admitiu que falhou ao tentar reformar a URSS: “era preciso democratizá-la, não destruí-la”, disse. Gorbatchov fez ainda duras críticas ao ex-presidente russo Boris Yeltsin, que teria descumprido promessas de manter a URSS, e ao primeiro ministro Putin, a quem atribuiu “tendências autoritárias”. Gorbatchov só não fez autocrítica da enorme e decisiva abertura que deu para os interesses capitalistas internos e externos, ao criar a “perestroika” (uma “economia de mercado socialista”, nem tampouco reconheceu sua submissão aos governos Reagan, nos EUA, e Thatcher, na Inglaterra, dois expoentes do imperialismo e do neoliberalismo que viriam a se impor pelo mundo nos primeiros anos após a queda da URSS.

Fonte: http://pcb.org.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=2960

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s