“natureza humana”: o último refúgio do pensamento estático


O último refúgio do pensamento estático: “é a natureza humana”. Mesmo os “materialistas contemplativo”, como Feuerbach, não estão totalmente imunes:

“Feuerbach resolve a essência religiosa na essência humana. Mas, a essência humana não é uma abstração inerente a cada indivíduo. Na sua realidade ela é o conjunto das relações sociais” (Karl Marx)

E as relações sociais mudam

“Existe um movimento contínuo de crescimento das forças produtivas, de destruição de relações sociais, de formção das idéias: o único imutável é a abstração do movimento: mors immortalis” (K. Marx, Miséria da Filosofia)

Nada é eterno! Até mesmo o tempo/espaço tem gênese e processo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s