Recortes

SÍNTESES:

“Existe um movimento contínuo de crescimento das forças produtivas, de destruição de relações sociais, de formção das idéias: o único imutável é a abstração do movimento: mors immortalis” (K. Marx, Miséria da Filosofia)

“Feuerbach resolve a essência religiosa na essência humana. Mas, a essência humana não é uma abstração inerente a cada indivíduo. Na sua realidade ela é o conjunto das relações sociais” [ Karl Marx. Teses Sobre Feuerbach ]

E as relações sociais mudam…

“Todas as nações capitalistas são periodicamente acometidas de um desvario: o de procurar fazer dinheiro sem recorrer ao processo de produção.” [ Karl Marx ]

“Eis o que o sr. Proudhon nunca compreenderá, porque julga fazer uma grande coisa quando apela para a sociedade civil contra o Estado, isto é, para a sociedade oficial contra o resumo oficial da sociedade” [ Karl Marx ]

“Feuerbach resolve a essência religiosa na essência humana. Mas, a essência humana não é uma abstração inerente a cada indivíduo. Na sua realidade ela é o conjunto das relações sociais.” [ Karl Marx ]

“O trabalhador só se sente a vontade no seu tempo de folga, porque o seu trabalho não é voluntário, é imposto, é trabalho forçado”[ Karl Marx ]

“As revoluções são a locomotiva da história” [ Karl Marx ]

“A exigência de abandonar as ilusões sobre sua condição é a exigência de abandonar uma condição que necessita de ilusões. (…) A crítica arrancou as flores imaginárias que enfeitavam as cadeias, não para que o homem use as cadeias sem qualquer fantasia ou consolação, mas para que se liberte das cadeias e apanhe a flor viva.” [ Karl Marx, Introdução à Crítica da Filosofia do Direito de Hegel ]

“Cada crise destrói regularmente não só uma grande massa de produtos já fabricados, mas também uma grande parte das próprias forças produtivas já desenvolvidas. (…) E por quê? As forças produtivas de que dispõe não mais favorecem o desenvolvimento das relações de propriedade burguesa.” [ Karl Marx ]

“A prática é o critério da verdade” [ Lênin ]

“Heráclito: tudo é e não é, pois tudo flui, tudo se acha sujeito a um processo constante de transformação, de incessante nascimento e caducidade” [ Engels, Do Socialismo Utópico ao Socialismo Cientifico ]

“A luta é o pai de todas as coisas.” [ Heráclito ]

“Hegel observa em uma de suas obras que todos os fatos e personagens de grande importância na história do mundo ocorrem, por assim dizer, duas vezes. E esqueceu-se de acrescentar: a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa. Caussidière por Danton, Luís Blanc por Robespierre, a Montanha de 1845-1851 pela Montanha de 1793-1795, o sobrinho pelo tio. E a mesma caricatura ocorre nas circunstâncias que acompanham a segunda edição do Dezoito Brumário! Os homens fazem sua própria história, mas não a fazem como querem; não a fazem sob circunstâncias de sua escolha e sim sob aquelas com que se defrontam diretamente, legadas e transmitidas pelo passado. A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos. E justamente quando parecem empenhados em revolucionar-se a si e às coisas, em criar algo que jamais existiu, precisamente nesses períodos de crise revolucionária, os homens conjuram ansiosamente em seu auxilio os espíritos do passado, tomando-lhes emprestado os nomes, os gritos de guerra e as roupagens, a fim de apresentar e nessa linguagem emprestada.” [ Karl Marx. O 18 Brumário de Luis Bonaparte ]

“Quanto mais a forma das relações sociais e, com elas, as condições de existência da classe dominante acusam a sua contradição com as forças produtivas avançadas, quanto mais nítido se torna o fosso cavado no seio da própria classe dominada, mais natural se torna, nessas circunstâncias, que a consciência que correspondia originalmente a essa forma de relações sociais se torne inautêntica; dito por outras palavras, essa consciência deixa de ser uma consciência correspondente às representações anteriores, que são tradicionais desse sistema de relações, aquelas em que os interesses pessoais reais eram apresentadas como interesse geral, degradam-se progressivamente em meras fórmulas idealizantes, em ilusão consciente, em hipocrisia deliberada.” [ Marx, K. e Engels, F. A ideologia alemã. Volume II, p. 78.]

“Que tipo de sociedade é esta, em que se encontra a mais profunda solidão no seio de tantos milhões; em que se pode ser tomado por um desejo implacável de matar a si mesmo, sem que ninguém posso prevê-lo? Tal sociedade não é uma sociedade; ela é, camo diz Rousseau, uma selva, habitada por feras selvagens.” [ Karl Marx – “Sobre o Suicídio” ]

“e o suicídio não é mais do que um entre os mil e um sintomas da luta social em geral, sempre percebida em fatos recentes, da qual tantos combatentes se retiram porque estão cansados de serem contados entre as vítimas ou porque se insurgem contra a idéia de assumirem um lugar honroso entre os carrascos” [ Karl Marx – “Sobre o Suicídio” ]

“O ciumento necessita de um escravo; o ciumento pode amar, mas o amor é para ele um sentimento extravagante; o ciumento é antes de tudo um proprietário privado.” [ Karl Marx – “Sobre o Suicídio” ]

“A revolução social do século XIX não pode tirar sua poesia do passado, e sim do futuro. Não pode iniciar sua tarefa enquanto não se despojar de toda veneração supersticiosa do passado. As revoluções anteriores tiveram que lançar mão de recordações da história antiga para se iludirem quanto ao próprio conteúdo. A fim de alcançar seu próprio conteúdo, a revolução do século XIX deve deixar que os mortos enterrem seus mortos. Antes a frase ia além do conteúdo; agora é o conteúdo que vai além da frase.” [ Karl Marx ]

“Os homens fazem a sua própria história, mas não a fazem como querem; não a fazem sob circunstâncias de sua escolha e sim sob aquelas com que se defrontam diretamente, legadas e transmitidas pelo passado.
A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos. E justamente quando parecem empenhados em revolucionar-se a si e às coisas, em criar algo que jamais existiu, precisamente nestes períodos de crise revolucionária, os homens conjuram ansiosamente em seu auxílio os espíritos do passado, tomando-lhes emprestado os nomes, os gritos de guerra e as roupagens, a fim de apresentar-se nessa linguagem emprestada.” [ karl marx, ‘o 18 brumério de luis bonaparte. são paulo: ed. escrita, 1968, p. 15. ]

“Os operários não têm pátria.” [ Karl Marx ]

“Proletários de todos os países, uni-vos!” [ Karl Marx ]

“O Capitalismo gera o seu próprio coveiro”. [ Karl Marx ]

“As revoluções são a locomotiva da história.” [ Karl Marx ]

“O movimento proletário é o movimento autônomo da imensa maioria no interesse da imensa maioria”. [ Karl Marx e Fridrich Engels ]

“Que as classes dominantes tremam à idéia de uma revolução Comunista! Os proletários nada tem a perder nela a não ser as correntes que o aprisionam. Tem um mundo a ganhar”. [ Karl Marx ]

“A tortura deu lugar às descobertas mecânicas mais engenhosas, cuja produção dá trabalho a uma imensidade de honestos artesãos.” [ Karl Marx ]

“sem prática revolucionária não há revolução” [ Karl Marx ]

“Os filósofos limitaram-se a interpretar o mundo de diversas maneiras; o que importa é modificá-lo.” [ Karl Marx ]

“As idéias dominantes numa época nunca passaram das idéias da classe dominante.” [ Karl Marx ]

“sem teoria revolucionária não há prática revolucinária” [ Lênin ]

“De nada valem as idéias sem homens que possam pô-las em prática.” [ Karl Marx ]

“Uma ideia torna-se uma força material quando ganha as massas organizadas.” [ Karl Marx ]

“Os reformistas rebaixam-se e tornam-se meros enfermeiros do capitalismo”. [ Lênin ]

“Ser radical é agarrar as coisas pela raiz, e a raiz para o homem é o próprio homem.” [ Karl Marx ]

“A religião é o suspiro da criança acabrunhada, o coração de um mundo sem coração, assim como também o espírito de uma época sem espírito. Ela é o ópio do povo.” [ Karl Marx ]

“O trabalho não é a satisfação de uma necessidade, mas apenas um meio para satisfazer outras necessidades.” [ Karl Marx ]

“O trabalhador só se sente a vontade no seu tempo de folga, porque o seu trabalho não é voluntário, é imposto, é trabalho forçado.” [ Karl Marx ]

“O dinheiro é a essência alienada do trabalho e da existência do homem; a essência domina-o e ele adora-a.” [ Karl Marx ]

“O caminho do inferno está pavimentado de boas intenções.” [ Karl Marx ]

“A propriedade privada tornou-nos tão estúpidos e limitados que um objeto só é nosso quando o possuímos.” [ Karl Marx ]

“Os que no regime burguês trabalham não lucram e os que lucram não trabalham”. [ Karl Marx e Fridrich Engels ]

“O povo que subjuga outro, forja suas próprias cadeias.” [ Karl Marx ]

“Não é a consciência do homem que lhe determina o ser, mas, ao contrário, o seu ser social que lhe determina a consciência.” [ Karl Marx ]

“A história da sociedade até aos nossos dias é a história da luta de classes.” [ Karl Marx ]

“O que distingue uma época económica de outra, é menos o que se produziu do que a forma de o produzir.” [ Karl Marx ]

“…foi de fato Marx que descobriu que o proletariado não pode apoderar-se do poder pura e simplesmente, o que não faria senão passar para novas mãos o velho aparelho do estado, mas que deve quebrar, demolir esse aparelho e substituí-lo por um novo. …Kautsky abandona o marxismo pelo oportunismo; de fato, para ele não se trata de destruir a máquina do estado, coisa completamente inadmissível para os oportunistas, mas de abrir-lhes, assim, uma brecha que permita interpretar a “conquista” do poder como uma simples aquisição da maioria.” [ Lênin – O Estado e a Revolução ] fonte para download: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ma000019.pdf

“O primeiro requisito da felicidade dos povos é a abolição da religião.” [ Karl Marx ]

“O homem faz a religião, mas a religião não faz o homem.” [ Karl Marx ]

“Tudo o que era sólido se desmancha no ar, tudo o que era sagrado é profanado, e as pessoas são finalmente forçadas a encarar com serenidade sua posição social e suas relações recíprocas.” (Manifesto Comunista) [ Karl Marx ]

“Do mesmo modo que não podemos julgar um indivíduo pelo que ele pensa de si mesmo, não podemos tampouco julgar estas épocas de revolução pela sua consciência, mas, ao contrário, é necessário explicar esta consciência pelas contradições da vida material, pelo conflito existente entre as forças produtivas e as relações de produção.” [ Karl Marx ]

“Sem sombra de dúvida, a vontade do capitalista consiste em encher os bolsos, o mais que possa. E o que temos a fazer não é divagar acerca da sua vontade, mas investigar o seu poder, os limites desse poder e o caráter desses limites.” [ Karl Marx ]

“A taxa de mais-valia dependerá, se todas as outras circunstâncias permanecerem invariáveis, da proporção existente entre a parte da jornada que o operário tem que trabalhar para reproduzir o valor da força de trabalho e o sobretempo ou sobretrabalho realizado para o capitalista.
Dependerá, por isso, da proporção em que a jornada de trabalho se prolongue além do tempo durante o qual o operário, com o seu trabalho, se limita a reproduzir o valor de sua força de trabalho ou a repor o seu salário.”

“O tempo é o campo do desenvolvimento humano.” [ Karl Marx ]

“O dinheiro não é apenas um dos objetos da paixão de enriquecer, mas é o próprio objeto dela. Essa paixão é essencialmente auri sacra fames (a maldita ganância do ouro). A paixão de enriquecer, ao contrário da paixão pelas riquezas naturais particulares ou pelos valores de uso tais como o vestuário, as jóias, os rebanhos, etc., só é possível no momento em que a riqueza geral se individualiza numa coisa particular e pode, assim, ser retida sob a forma de uma mercadoria isolada. O dinheiro surge, portanto, como o objeto e a fonte da paixão de enriquecer. No fundo, é o valor de troca como tal e seu crescimento que se convertem em fim em si mesmos. A avareza mantém o tesouro preso, não permitindo ao dinheiro tornar-se meio de circulação, mas a ganância de ouro faz preservar a alma monetária do tesouro em constante tensão como a circulação.” [ Karl Marx ]

“Não relação com a mulher, como presa e servidora da luxúria coletiva, expressa-se a infinita degradação na qual o homem existe para si mesmo, pois o segredo desta relação tem sua expressão inequívoca, decisiva, manifesta, desvelada, na relação do homem com a mulher e no modo de conceber a relação imediata, natural e genérica.” [ Karl Marx ]

“O amor é o meio de o homem se realizar como pessoa” [ Karl Marx ]

“os capitalistas chamam liberdade de imprensa a compra dela, servindo-se da riqueza para fabricar e falsificar a opinião pública” [ Lênin ]

“Meu destino é esse: colher a glória e as honras das sementes que foram plantadas por alguém maior que eu: Karl Marx. Por isso, só posso prometer dedicar o resto da minha vida ao serviço ativo do proletariado para, se possível, um dia tornar-me digno desta honra” [ Friedrich Engels ]

“Quanto menos comes, bebes, compras livros e vais ao teatro, pensas, amas, teorizas, cantas, sofres, praticas esporte, etc., mais economizas e mais cresce o teu capital. És menos, mas tens mais. Assim todas as paixões e actividades são tragadas pela cobiça.” [ Karl Marx ]

“A necessidade só é cega enquanto não é compreendida. A liberdade consiste em conhecer a necessidade.” [ Engels, Anti-Dühring ]

“e aqui é onde devemos falar dos chamados grandes homens. O fato de que surja um deles em um momento e em um país determinado, é, naturalmente, uma pura casualidade. Mas se o suprimirmos, se colocará a necessidade de substituí-lo, e aparecerá um substituto, melhor ou pior, mas a longo prazo aparecerá” [ Engels ]

“… as categorias económicas são apenas abstracções dessas relações reais, que só são verdades na medida em que subsistam essas relações. (…) os economistas burgueses que vêem nessas categorias económicas leis eternas e não leis históricas, (…) assim, em vez de considerar as categorias político-económicas como abstracções feitas [a partir] das relações sociais reais, transitórias, históricas, o sr. proudhon, por uma inversão mística, não vê nas relações reais senão corporizações [incorporations] dessas abstracções. estas mesmas abstracções são fórmulas que dormitaram no seio de deus-pai desde o começo do mundo.” [ Karl Marx ]

“Às vezes, a única coisa verdadeira num jornal é a data” [ Luís Fernando Veríssimo ]

“Sem sombra de dúvida, a vontade do capitalista consiste em encher os bolsos, o mais que possa. E o que temos a fazer não é divagar acerca da sua vontade, mas investigar o seu poder, os limites desse poder e o caráter desses limites.” [ Karl Marx, Salário, preço e lucro ]

“O botão desaparece no desabrochar da flor, e poderia dizer-se que a flor o refuta; do mesmo modo que o fruto faz a flor parecer um falso ser-aí da planta, pondo-se como sua verdade em lugar da flor: essas formas não só se distinguem, mas também se repelem como incompatíveis entre si. Porém, ao mesmo tempo, sua natureza fluida faz delas momentos da unidade orgânica, na qual, longe de se contradizerem, todos são igualmente necessários. E essa igual necessidade que constitui unicamente a vida do todo. Mas a contradição de um sistema filosófico não costuma conceber-se desse modo; além disso, a consciência que apreende essa contradição não sabe geralmente libertá-la — ou mantê-la livre — de sua unilateralidade; nem sabe reconhecer no que aparece sob a forma de luta e contradição contra si mesmo, momentos mutuamente necessários.” [ Georg Wilhelm Friedrich Hegel – “Fenomenologia do Espírito” ]

“A religião é apenas um sol fictício que gira em torno do homem enquanto este não o faz em torno de si mesmo”.
[ Karl Marx ]

Um comentário em “Recortes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s